sexta-feira, 1 de junho de 2012

O QUE HÁ DE ERRADO COM O PENTECOSTALISMO?


Por Laurence A. Justice

Nós poderíamos mencionar muita coisa que existe de errado com o Pentecostalismo. Poderíamos mencionar a divisão que ele parece sempre trazer a igreja. Poderíamos mencionar a atmosfera de circo criada em cultos de adoração na igreja. Mas, aqui queremos ver somente quatro dos erros desta heresia que é o Pentecostalismo.

Primeiramente o Pentecostalismo busca aplicar ao nosso dia-a-dia aquilo que pertenceu somente aos apóstolos e ao seu tempo. Os Pentecostais ensinam que os dons extraordinários dados pelo Senhor aos apóstolos e a outros no Novo Testamento foram criados para serem atribuídos aos cristãos em todas as épocas.

O propósito dos dons carismáticos era dar autenticidade aos apóstolos e às suas mensagens no princípio do Cristianismo, já que o Novo Testamento não tinha, contudo, sido completado. Deus deu para os apóstolos alguns dons especiais pelos quais eles e as suas mensagens eram aprovadas ou autenticadas como sendo de Deus. No tempo do Novo Testamento, Deus falou através de revelações diretas aos seus apóstolos e profetas. Foram necessários sinais para confirmar que as suas mensagens eram realmente de Deus.

Paulo refere-se a estes dons como sinais de um apóstolo. Em 2 Coríntos 10-13 Paulo está defendendo a sua autoridade de apóstolo contra alguns que evidentemente estavam reivindicando que ele não o era. Em 2 Coríntos 12:12, Paulo diz: “Os sinais do meu apostolado foram manifestados entre vós com toda a paciência, por sinais, prodígios e maravilhas.” Paulo diz aqui: “Eu evidenciei a vós a minha chamada de apóstolo pelos sinais que era suficiente para provar-lhe que sou um verdadeiro apóstolo de Deus.” Paulo reafirma que os sinais e os milagres provavam que ele e a sua mensagem eram de Deus, que eles autenticavam seu ministério como apóstolo. O selo da aprovação de Deus para o ministério dos apóstolos foi a efetuação de milagres, os dons milagrosos ou os sinais de um apóstolo praticados por eles.

Não estando mais os apóstolos em cena, o evangelho foi apresentado para o mundo e o Cânon do Novo Testamento ficou completo e, dessa forma, os dons de sinais especiais acabaram. Hebreus 2:3-4 demonstra claramente que estes dons especiais acabaram. “Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos (os ouvintes) depois confirmada (passado) pelos que a ouviram (os apóstolos); testificando também Deus com eles (os apóstolos, não nós), por sinais, e milagres, e várias maravilhas e dons do Espírito Santo, distribuídos por sua vontade?”

O que está errado com o Pentecostalismo? Em segundo lugar, o Pentecostalismo dá maior ênfase ao Espírito Santo do que ao Senhor Jesus Cristo. A melhor experiência para os Pentecostais é o batismo com o Espírito Santo, pois eles falam muito em ser cheio com o Espírito Santo, os dons do Espírito e ter as suas vidas cheias de bênçãos do Espírito, e para isso procuram que o homem receba o batismo com o Espírito Santo. Esta ênfase é contrária ao que a Bíblia ensina sobre o ministério do Espírito Santo.

De acordo com o Senhor Jesus, em João 16:13-14, o Espírito Santo não procura trazer o homem à consciência do Espírito. Ele os faz conscientes em relação a pessoa de Cristo. “Mas quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar.”

A principal função do Espírito Santo de Deus é glorificar a Cristo e não a si mesmo. Um homem cheio do Espírito fala de Cristo, glorifica a Cristo, dá atenção a Cristo, testemunha de Cristo, para que em todas as coisas Cristo tenha a preeminência.

Em Atos 1:8 o Senhor, ressurreto, ensina-nos o propósito de enviar o Espírito Santo quando diz: “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria, e até aos confins da terra.” No Pentecostes, quando Pedro encheu-se do Espírito Santo, sobre o que ele pregou? Não foram as bênçãos maravilhosas de uma vida cheia do Espírito! Quem ele glorificou? Não o Espírito Santo. Quando Pedro encheu-se do Espírito no Pentecostes, ele pregou a Cristo! As pessoas cheias do Espírito estão ocupadas com Cristo!

Agora, como nós reconhecemos a presença do Espírito Santo em nossas igrejas hoje, se os dons extraordinários ou carismáticos cessaram? O Espírito Santo, hoje, leva as coisas de Cristo e as mostra aos homens. Ele glorifica a Cristo, e quando o Espírito Santo enche os homens eles passam a louvar e a glorificar a Cristo.

Antes a bênção, agora o Senhor
Antes o sentimento, agora a sua Palavra
Antes os dons que eu quis, agora o próprio Doador
Antes a busca de cura, agora, apenas Cristo

Cristo é o centro da sua vida? Ele será se você for um homem cheio do Espírito.

Um terceiro mal do Pentecostalismo é a freqüente sobreposição da experiência humana à Palavra de Deus por escrito. Para os Pentecostais um modo de se encontrar a verdade é olhar para si mesmo, olhar para dentro de si, olhar para sua própria experiência. “Eu sei que isto é de Deus porque ele me faz sentir muito bem” ou “isto me faz sentir tão correto”, eles dizem freqüentemente.

O padrão para se determinar a verdade na religião deve ser a Bíblia, a Palavra de Deus escrita, em vez de nossas experiências ou as de outros. Deus diz em Isaías 8:20: “A lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles.” Amado leitor, este é o padrão, esta é a regra pela qual a verdade de todas as coisas deve ser medida: a Palavra de Deus!

Freqüentemente, quando as reivindicações dos Pentecostais são questionadas, eles respondem: “Você não sabe por que você não tem consciência de como eu me sinto! Você nunca experimentou o que eu experimentei!” Talvez não, mas o que diz o livro? Muitos dirão: “Eu sei que os dons são para hoje porque eu os tenho experimentado.” Mas se uma experiência não se enquadra com a Palavra de Deus, ela não veio de Deus!

Qualquer experiência que não está em harmonia com a Palavra de Deus não é do Senhor e não importa a natureza espetacular, incomum, impressionante ou comovente que ela possa ter.

Todas as nossas experiências devem ser fundamentadas e enquadradas pela rocha sólida da Palavra de Deus. Uma pessoa nunca deve confiar na sua própria experiência como padrão para determinar a verdade, porque nossos sentimentos mudam e também as pessoas são diferentes e têm sentimentos diferentes sobre cada assunto.

Acaso podíamos conseguir,
Maior segurança do que possuir
As lindas promessas do nosso bom Deus,
Firmadas na Bíblia pra todos os seus

Um quarto ponto que se vê como errado no Pentecostalismo, são as reuniões da igreja, feitas para discutir assuntos não pertencentes à Palavra de Deus. Uma igreja verdadeira de Jesus Cristo se reúne ao redor do púlpito. Ajunta-se para pregar a Palavra de Deus. Os pentecostais, hoje, se reúnem nas igrejas para ouvir e receber revelações especiais, sonhos, falar em línguas e ter experiências, ao invés de pregar a Palavra de Deus. É dedicado mais tempo às curas e experiências do que à declaração do evangelho de Jesus Cristo.

A confraternidade existente entre as pessoas que freqüentam tais igrejas está baseada em experiências que elas têm em comum, não em Jesus Cristo, pela Bíblia. A sua confraternidade não está baseada na doutrina de Deus, mas nos dons e nas experiências que eles podem proporcionar. Os Pentecostais podem ter confraternidade com a maior parte dos extremos liberais ou com os apóstatas que negam os fundamentos da fé e também com os fundamentalistas e os católicos romanos, para isso só importa que todos tenham o batismo com o Espírito Santo.

O Pentecostalismo enfatiza a experiência sobre a doutrina. A coisa mais importante para os Pentecostais é a experiência do batismo com o Espírito e o falar em línguas. A coisa a ser buscada e festejada não é o evangelho glorioso de Jesus Cristo, mas a experiência dos dons.

Publicado originalmente em Monergismo

4 comentários:

Filósofo Calvinista disse...

Excelente postagem. Em outubro de 2011, por ocasião da reforma protestante postei uma série intitulada "Pentecostalismo e Reforma Protestante. Gostaria de convidá-lo e a todos os seus leitores para lerem e comentarem:

Parte 1:

http://filosofiacalvinista.blogspot.com.br/2011/10/pentecostalismo-e-reforma-protestante.html

Parte 2:

http://filosofiacalvinista.blogspot.com.br/2011/10/pentecostalismo-e-reforma-protestante_25.html

Parte 3:

http://filosofiacalvinista.blogspot.com.br/2011/10/o-livro-etica-protestante-e-o-espirito.html

Parte 4:

http://filosofiacalvinista.blogspot.com.br/2011/11/pentecostalismo-e-reforma-protestante.html

Agnaldo SILVA MARIANO disse...

Obrigado, irmão, pela visita e pela indicação do texto.
Apareça sempre.
Rev. Agnaldo.

Trovian Maucellus disse...

Graça e paz!
Estou visitando meus amados irmãos reformados e que fazem parte dos internautas cristãos e internautas calvinistas.
Deixar meu incentivo para continuar esse belo trabalho que nós reformados fazemos, ou pelo menos tentamos fazer e que "não é vão no Senhor"!
Estou seguindo seu site/blog.
Visite o meu se tiver um tempinho também, basta clicar no meu nome e será direcionado.

Um grande abraço Reformado e que Deus continue a te abençoar!
Soli Deo Gloria!

Anônimo disse...

A paz do Senhor irmão,antes de deixar meu comentário quero que saiba que te amo em Cristo.Irmão em Marcos 16:15à18 fala que estes sinais seguiriam os creem.Jo 14:12 Jesus diz que faríamos obras maiores que as Dele.Estas são só algumas passagens em que vemos sobre isto na Bíblia,hoje vemos vidas desenganadas pelos médicos com exames comprovando a cura,vou citar só este dom para não estender muito o comentário.Quando Jesus derramou sua vida,Ele não deu a nós somente a chance de sermos salvos,mas também autoridade neste Nome que é sobre todo nome.Isto já acontece tanto no nosso meio que os médicos já até perguntam vcs são evangélicos?Porque até eles sabem que estes sinais nos seguem.Jesus disse que se manifestaria a nós e cumpri todos os dias suas palavras na vida daqueles que creem.Ele é o mesmo ontem,hoje e eternamente,ele vive,e é Dele todo o poder.